Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

27 Maio 2020

Últimas publicações

Pedrinho marca, Brasil derrota Uruguai e se isola na liderança do Grupo B do Pré-Olímpico
Futebol Profissional

Pedrinho marca, Brasil derrota Uruguai e se isola na liderança do Grupo B do Pré-Olímpico 

A seleção brasileira segue 100% na disputa do torneio Pré-Olímpico para os Jogos de Tóquio-2020, em julho. Após estrear com vitória diante do Peru no último domingo (19), desta vez a equipe enfrentou o Uruguai pela segunda rodada do Grupo B no estádio Arena Desportiva, em Pereira (COL), em duelo de líderes da chave. E com a ajuda do meia Pedrinho, os brasileiros tiveram uma tranquila vitória por 3 a 1, com o primeiro gol do jogo marcado pelo atleta corinthiano no estádio.

Brasil escalado!
O técnico André Jardine levou a campo praticamente a mesma equipe da estreia, com uma alteração no ataque: Ivan; Guga, Nino, Robson Bambu e Caio Henrique; Bruno Guimarães, Matheus Henrique (capitão), Pedrinho; Antony, Paulinho e Matheus Cunha. À disposição, estavam os goleiros Cleiton e Phelipe, e os jogadores de linha Dodô, Bruno Fuchs, Ricardo, Iago, o ex-corinthiano Maycon, Igor Gomes e Yuri Alberto.

Primeiro tempo
Apesar da facilidade no primeiro tempo, foi o Uruguai quem teve a primeira chance de gol. Aos três minutos, uma troca de passes fez o atacante Rossi ser lançado na grande área completamente livre, mas ele finalizou bastante mal e a bola saiu ao lado da trave direita do gol, salvando o Brasil.

O lance acordou a equipe brasileira, que começou a dominar a posse de bola e imprimir o seu ritmo a exemplo da primeira partida, com passes rápidos, tabelas e dribles curtos. O resultado da tranquilidade ofensiva do time de Jardine veio aos 13 minutos, e de pés corinthianos: Antony cruzou da direita em profundidade para Pedrinho, que, como um centroavante, finalizou de primeira e abriu o placar para o Brasil.

O gol desmontou o sistema defensivo uruguaio e fez os rivais atacarem mais a meta brasileira – deixando, assim, espaços na retaguarda. Assim, Matheus Cunha sofreu pênalti ao tentar roubar uma bola do goleiro uruguaio na pequena área. Ele mesmo cobrou e ampliou o marcador. Nos minutos seguintes, o Brasil controlou a posse de bola e o relógio sem sofrer sustos até o apito do árbitro para o intervalo.

Segundo tempo
Na volta a campo, o jogo continuou da forma como terminou no primeiro tempo. Aos seis minutos, o ataque brasileiro fez grande tabela com Antony, Bruno Guimarães, Pedrinho e Paulinho, que recebeu livre na esquerda e chutou, mas a zaga desviou. Aos oito minutos, Pedrinho é lançado novamente na grande área e finaliza, mas dominou no braço e o árbitro marcou a infração.

Aos 21 minutos, o Brasil realizou duas alterações. Saíram Antony e Paulinho, e entraram Bruno Tabata e Pepê. Aos 22, Tabata fez sua primeira jogada em campo ao tabelar com Bruno Guimarães, avançar pela direita e cruzar para Matheus Cunha, que chutou alto demais.

O Uruguai ensaiou avançar a marcação no campo de ataque, mas o resultado foi o contrário do esperado: aos 32 minutos, Tabata foi lançado por Matheus Henrique e tocou na saída do goleiro uruguaio para fazer o terceiro do Brasil. A resposta veio rápido, com Bueno descontando de cabeça. Nos minutos seguintes o que se viu foi uma sequência do que ocorreu durante a maior parte do jogo, com o Brasil controlando a posse de bola e tendo oportunidades de marcar, sem sofrer sustos do time adversário até o apito final.

Próximo jogo
O triunfo em Pereira fez a Seleção Brasileira terminar a segunda rodada na liderança do Grupo B, com seis pontos. Na próxima rodada, o Brasil folgará na tabela e voltará a campo apenas na próxima terça-feira (28), contra a Bolívia, em Armênia (COL). Classificam-se os dois melhores da chave para a segunda fase.

Fonte: Corinthians

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *